segunda-feira, 20 de abril de 2009



Me sinto fraca,
meus braços doem
e já não tenho força para trabalhar
minhas pernas bambeam
mas preciso fingir que está perfeito
meu estômago se embrulha
por cenas escrotas ou 
por nojo de mim
meu coração padece 
diante do veneno
que eu chamo vício
padece diante da droga
que me mata
e diante de ti, meu amor.

Nenhum comentário: