quarta-feira, 20 de maio de 2009

Desejo



Não aguento mais,
sinto falta do seu corpo.
Eu sabia, seria inevitável.
Hoje pensei em você passeando pelo meu corpo, 
e me descobri de pernas bambas, um frio que sobe
e desce pela barriga, pareço ter borbolateas voando sem
parar no meu estômago. E só pensei em você.
Meu corpo amoleceu e lentamente escorreguei 
pela parede do quarto. Me vi sentada no chão, meu corpo
formigava, meus braços também moles mal podiam sustentar minha cabeça.
Fechei os olhos, e assim fiquei.
Ah! como te desejo. 

20/05/09
KS

Nenhum comentário: