sábado, 16 de maio de 2009

Sábado a noite.



Você me irrita
esse seu jeito 
de quem está mal-humorada.
odeio isso!
parece que faz para aparecer.
argh. como eu odeio isso em você

por que ouve o que os outros dizem?
não deveria.
patética...
peninha de você, amor.

resmungue.
isso, resmungue mais.
Tô aqui, esperando acabar.
esperando esse seu cérebro voltar a funcionar.
tudo te enche o saco,
tudo te incomoda,
nada está certo.
tudo precisa estar em seu lugar...
por quê?
não é tão mais simples desarrumar ás vezes?
não é tão mais simples deixar acontecer?
pára de querer mudar as coisas.
elas são assim desde sempre.
não seja igual a um certo príncipe que um dia conheci.
ele tinha a esperança de mudar o mundo...
e morreu, com uma espada envenenada.
Parabéns, é isso que quer?

Bom sábado a noite, com os pensamentos de sempre e os afazeres de sempre.
Bom sábado a noite, dessa vida chata e monótona.
Bom sábado a noite! Você não deveria estar aqui.
Entendeu o recado não é?

Beijos... durma, é só o que resta pra você, em um sábado a noite. 

(KS) 16/05/09

Nenhum comentário: