domingo, 21 de junho de 2009

Vontades

Nossa, dá uma vontade de deitar fechar os olhinhos puxadinhos,
ai sorrir e deixar-me embalar por sonhos. Sonhos estes que me fazem sair daqui.
Mesmo que o inevitável despertar aconteça, ao menos viajei.
Fecho os olhos e escurece tudo a minha volta.
Ao tempo que escurece renasce em mim a luz. Aquela, que um dia vi brilhar
no olhar daquele garoto, que hoje só me deixou saudades. Mas é o mesmo que
hoje vejo brilhar no outro garoto. Talvez mais forte. Mas brilha com a mesma duração.
Mesma intensidade, diferentes proporções.

Nenhum comentário: