terça-feira, 12 de outubro de 2010

O sonho do Era uma vez...

Por que sonhamos com começos infelizes e finais perfeitos? Por que tentamos achar semelhança com nossas infames vidas quando assistimos a filmes, peças teatrais ou lemos um livro? Por que buscamos sempre uma fuga da nossa própria realidade, acreditando que no fim, as coisas ficarão bem, independente dos esforços?

Desculpe, senhor leitor tolo e idiota. As coisas vão terminar péssimas. As coisas tendem a piorar a medida que você avança. E não, não vai aparecer seu príncipe encantado. Ele não vai te fazer crer em coisas que nunca acreditou! Esqueça...

O que acontece é a aceitação. Você vai chegar ao fim da vida e pensar “cumpri minha missão” MENTIRA! Você poderia ter feito melhor, e sabe disso. Apenas não quer admitir isso como seu ultimo pensamento. Admitir que na verdade foi um fracasso. Admitir que na verdade um ser superior e infinitamente bondoso não existe, e que a partir dali você irá sumir. Afinal, a sua essência morrerá com o corpo. Você não vai admitir. Pois humano fraco e previsível que é, irá sempre buscar aquilo que obviamente é refutável, e que jamais pode ser verdade. Mas que infelizmente é o mais fácil de se conviver.

Kika

Nenhum comentário: